| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Entrelinhas
Desde: 26/03/2009      Publicadas: 27      Atualização: 20/06/2009

Capa |  Geral  |  Local


 Geral

  04/06/2009
  0 comentário(s)


Bizarrices Musicais

Como os psicólogos avaliam as atitudes dos grandes músicos?
Saiba de algumas curiosidades bizarras sobre os astros da música.

Bizarrices Musicais
Grande parte dos músicos do mundo todo marca o seu nome na história e na memória dos seus fãs por seus grandes sucessos, sua originalidade, revoluções no modo de tocar sua música, etc, mas o que também pode marcar a carreira de um grande músico, são as suas excentricidades, manias ou até mesmo suas bizarrices.

Segundo a psiquiatra Sylvia Mara Ires de Freitas, o artista sente a necessidade de expressar seus sentimentos, seja em sua própria música, seja em suas atitudes. A caracterização de uma atitude bizarra ou excêntrica é realizada a partir da interpretação de cada pessoa.

Sylvia diz que a sociedade em que vivemos está repleta de normas e conceitos por todos os lados, porém a sensibilidade de um artista perante a esta sociedade é diferenciada. O músico procura criar seu próprio modo de viver, de explicar suas atitudes ou atitudes alheias, de se expressar e também de ganhar espaço neste meio. O pianista de jazz Sun Ra, por exemplo, dizia ser um "anjo da raça" (referindo-se aos negros) e que suas origens estavam no planeta Saturno, e não na Terra.

Existem também as atitudes que ultrapassam os limites da saúde. O uso de drogas é a mais recorrente delas. O psicólogo Daniel Barbosa, também aponta a sensibilidade dos músicos como a principal justificativa pelo uso de drogas. Para ele, toda a energia que os fãs e críticos passam para o artista pode ser encarada como um apoio, como também pode enfraquecê-lo e sufocá-lo, levando-o a tomar atitudes extremas como o uso de drogas.

As atitudes que prejudicam a saúde dos músicos não se encerram apenas com o uso de drogas. È o caso do cantor punk, Iggy Pop. Em seus shows nos anos 70, Iggy rolava sem camisa pelo chão do palco que estava cheio de cacos de vidro, além de se ferir com barbeadores.

Daniel também diz que a criação de um modo de vida particular e original de cada artista, também origina atitudes que procuram manter contato entre suas vidas e a sociedade. Estes artifícios podem ser facilmente encontrados nos sintomas de uma doença que é cada vez mais encontrada em nossa sociedade, o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).

Um dos casos mais famosos de TOC do Brasil é o do cantor Roberto Carlos. Ele não usa roupas na cores roxa ou marrom. Roberto, também exige que no caminho do seu camarim para o palco, nenhum cabo ou fio esteja atravessado no corredor, pois ele se recusa a cruzá-los.

As interpretações sobre estes artistas e suas atitudes variam muito, mas atitudes como a do astro rock Serguei, podem ser como um tanto quanto fora dos padrões. Serguei, que já foi namorado de Janis Joplin, além de conhecer Jim Morrison e Jimi Hendrix, confirma a história de que ele teria feito sexo com uma árvore.
  Autor:   João Ribeiro


  Mais notícias da seção Comportamento no caderno Geral
12/06/2009 - Comportamento - Manias, Fobias e Bizarrices
Em qual quadro você se encaixa?...
10/06/2009 - Comportamento - Quando o medo se torna doença
Para as pessoas que têm alguma fobia, a sensação de medo vem acompanhada de uma ansiedade intensa e em alguns casos, ocorrem até sintomas físicos....
07/06/2009 - Comportamento - Mania de você
Qual será a verdadeira forma de amar?...



Capa |  Geral  |  Local
Busca em

  
27 Notícias